Acadêmicos do Tucuruvi

Acadêmicos do Tucuruvi
  • Nome
    G.R.C.S.E.S. Acadêmicos do Tucuruvi
  • Fundação
    01/02/1976
  • Posição em 2015
    11º lugar
  • Enredo
    Liberdade... O Canto Retumbante De Um Povo Heroíco
  • Carnavalesco
    Dione Leite
  • Intéprete
    Leonardo Bessa
  • Cores Oficiais
    Azul, branco, vermelho e amarelo
  • Mestre de Bateria
    Mestre Guma Sena
  • Ordem do desfile
    Quarta escola a desfilar na sexta-feira (01)

Sobre a escola

História
O Grêmio surgiu a partir de um grupo de amigos, que aos poucos foi adquirindo adeptos e terminou como Bloco estruturado. Sob a liderança de José Leandro, Oswaldo de Salva, Tininho e um grupo de amigos, em 1976 surge a Escola Acadêmicos do Tucuruvi, que resolve homenagear o Bairro com símbolo de um gafanhoto. O nome Tucuruvi, em tupi-guarani, significa gafanhotos verdes. As cores oficiais, que antes eram preto e amarelo, tomaram novos tons em azul, branco, vermelho e amarelo. Após 10 anos de fundação, a escola sobe para o Grupo Especial com o enredo “Brasil em Aquarela”. Caiu para o Grupo de Acesso em 1989, voltou à elite em 1993, mas caiu novamente no ano seguinte. O retorno definitivo só aconteceu quatro anos depois. Em 2012, a escola foi a sexta colocada no carnaval, conquistando 159,5 pontos, apenas 0,5 a menos que a 1ª colocada. De 2015 para 2016, a escola caiu na lista de colocadas do Grupo Especial, indo da 6ª posição para a 10ª, com 267,6 pontos. Em 2018, a escola ficou em 11º lugar, uma posição abaixo do carnaval do ano ano anterior, mas a escola não foi avaliada, já que um mês antes do desfile sofreu com um incêndio em seu barracão.

Quando o sol vai brilhar, meu Deus?


Reluzindo liberdade


Pra tirar do papel, o sonho


De viver com dignidade


Vem me dê a mão


Preciso de você… que tanto prometeu


Por que se esqueceu dos seus ideais?


Somos todos iguais!


Caminhando contra o vento, eu vou…


Pra quebrar as correntes


Quem sabe faz a hora, não espera acontecer


Apesar de você…


Vamos romper as barreiras


Erguer as bandeiras, por mais união


Oh! Meu Brasil!


A liberdade emana do amor


Meu direito à igualdade não representa favor!


Tucuruvi espalha um canto pelo ar


Vai ecoar, vai ecoar


Meu brado é forte, quero mudança


Avante filhos da esperança!

Cíntia Mello

Últimas Notícias