São Paulo

enhanced by Google
 

Vai-Vai busca 14º título no Carnaval de São Paulo

Ana Hickmann e Maria Rita são destaques na homenagem ao maestro João Carlos Martins

iG São Paulo | 05/03/2011 06:24

Compartilhar:

Foto: AgNews

Ana Hickmann

Foto: AgNews Ampliar

Maria Rita

Em 81 anos de história, foram treze títulos conquistados. Neste sábado (5), primeiro dia do Carnaval de São Paulo, a tradicional escola Vai-Vai tenta a sua 14ª vitória na folia paulista.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS DA PRIMEIRA NOITE EM SÃO PAULO

Com esse intuito, levou ao Sambódromo do Anhembi o enredo “A música venceu!”,  homenagem ao maestro e pianista João Carlos Martins, um dos mais festejados intérpretes da música erudita na atualidade.

A sexta e penúltima escola a desfilar na primeira noite do Carnaval de São Paulo, sob o comando do carnavalesco Alexandre Louzada, a agremiação do Bixiga entrou na avenida às 6h com 3.850 passistas, 36 alas e em cinco carros alegóricos. A escola teve como destaques a apresentadora Ana Hickmann, da Record, que é a madrinha da escola, e a cantora Maria Rita, madrinha da bateria, que ocupará o cargo pela primeira vez.

A fantasia exuberante da cantora simboliza uma sinfonia do compositor alemão Johan Sebastian Bach. "Estou sentindo muita dor de estômago de nervoso", disse ela, que passou o dia com alimentação leve e um pouco de carboidrato à noite. "Não tive muita preparação. Para mim, o que importa é entender o enredo. Musculação não é a minha praia." Este é o segundo ano da cantora na Vai-Vai, o primeiro como madrinha da bateria. Nesta sexta-feira (4), ela passou o dia fazendo o cabelo, as unhas e dormiu pouco, de nervoso. Maria Rita chorou a primeira vez que ouviu o samba-enredo, cuja letra tem a ver com a própria história da cantora, filha de Elis Regina.

Foto: AgNews Ampliar

Vai-Vai

A apresentadora Ana Hickmann também confessa a empolgação. "A emoção é maior este ano porque estamos homenageando alguém que faz a diferença e é um exemplo de vida. Voltar para o samba paulista é maravilhoso", disse Ana, que há algum tempo não desfilava em São Paulo. A fantasia de Ana representa a Estátua da Liberdade, e simboliza a primeira viagem do maestro aos Estados Unidos. Também está na avenida o ex-jogador de futebol Cafu. Em seu segundo desfile pela escola, faz parte da ala da diretoria da Vai-Vai.

O desfile começou tenso na concentração da Vai-Vai. Um dos carros alegóricos era muito grande, com mais de 70 metros de comprimento, e a equipe técnica encontrou dificuldades para colocá-lo na avenida. Já o maestro João Carlos Martins, muito emocionado, e o Mestre Abreu tiraram de letra a regência da bateria e deram um show à frente dos percussionistas, revezando entre a batuta e o apito. A rainha da bateria, Camila Silva, não parou um minuto e mostrou muito samba no pé. O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Pingo e Paulínia, não deixaram por menos e também empolgou o público. 

O primeiro título da Vai-Vai no Grupo Especial chegou em 1978. Em 2010, a escola ficou na terceira colocação, com enredo em comemoração aos 80 anos da agremiação.




 

    Últimas notícias do Carnaval


    Ver de novo