Tamanho do texto

Atriz desfilou pela escola de samba paulistana, que pela primeira vez em sua história foi rebaixada para o Grupo de Acesso do carnaval; confira

Erika Januza estreou como musa da Vai-Vai no carnaval 2019 e cruzou o samódromo do Anhembi no sábado (02) com o enredo "O Quilombo do Futuro para o público".

Leia também: Érika Januza e Pathy Dejesus se preparam para brilhar na avenida pela Vai-Vai

Erika Januza lamentou o rebaixamento da Vai-Vai para o Grupo de Acesso
Divulgação
Erika Januza lamentou o rebaixamento da Vai-Vai para o Grupo de Acesso


No entanto, pareceque Erika Januza não deu muito sorte para a escola, que não foi bem em seu desfile e acabou sendo rebaixada para o Grupo de Acesso ficando em último lugar na classificação geral no Grupo Especial.

Em seu Instagram, Erika lamentou o rebaixamento da escola de samba paulista com uma foto. "Punhos cerrados!  A Saracura está presente!” @vaivaioficial Registro aqui minha gratidão à Vai-vai , por me dar a oportunidade de fazer parte de sua história e viver a experiência de desfilar com um enredo tão forte! Nossa mensagem foi transmitida, combatemos o bom combate, fizemos o que nos cabia! Em uns dia se vence, em outros se aprende!  Viva o Carnaval, parabéns aos vencedores!", escreveu ela ne legenda.

Leia também: Carnaval de São Paulo politiza, abraça causas sociais e quer relevância nacional

A escola também usou suas redes sociais para se manifestar sobre o rebaixamento. "Ainda estamos inconformados e estarrecidos com o desfecho do carnaval 2019 para nossa agremiação", diz parte do comunicado.

Vai-Vai, escola de Erika Januza, foi rebaixada pela primeira vez em sua história
Reprodução Instagram
Vai-Vai, escola de Erika Januza, foi rebaixada pela primeira vez em sua história


Leia também: Maior campeã do carnaval de SP, Vai-Vai é rebaixada pela 1ª vez na história

Com histórico que a precede no carnaval de São Paulo, a Vai-Vai era uma das favoritas para o título deste ano. Fundada em 1930, o temafoi "O quilombo do futuro", no qual a escola exaltou a luta do negro na sociedade e ainda fez uma homenagem à vereadora Marielle Franco, que foi assassinada no Rio de Janeiro.

Tudo corria bem para a escola de Erika Januza durante a apuração, até que ela começou a destoar das demais no quesito Comissão de Frente, no qual levou dois 9.8 e dois 9.7. A escola terminou em último lugar, sendo rebaixada pela primeira vez em sua história.