Império Serrano

Império Serrano
  • Nome
    Grêmio Recreativo Escola de Samba Império Serrano
  • Fundação
    23/03/1947
  • Posição em 2015
    13º lugar
  • Enredo
    O que é, o que é?
  • Carnavalesco
    Paulo Menezes
  • Intéprete
    Leléu e Anderson Paz
  • Cores Oficiais
    Verde e branco
  • Mestre de Bateria
    Mestre Gilmar
  • Ordem do desfile
    1ª escola a desfilar no domingo (03)

Sobre a escola

História
Uma das mais tradicionais escolas de samba do Rio, a Império Serrano foi campeã nove vezes do carnaval, em 1948, 1949, 1950, 1951, 1955, 1956, 1960, 1972 e 1982. Ela ocupa com o Salgueiro a posição de quarta maior vencedora no rol das campeãs do carnaval.
Sua origem é a Serrinha, mas sua sede atualmente fica na Avenida Ministro Edgar Romero, ao lado da Estação Mercadão de Madureira. A Escola tem como padroeiro o santo São Jorge.
A escola foi fundada em 1947 depois de uma dissidência da antiga escola de samba Prazer da Serrinha. Sua ala de compositores é uma das mais respeitadas, tendo em sua história nomes como Silas de Oliveira, Mano Décio, Aniceto do Império, Molequinho, Dona Ivone Lara, primeira mulher a compor um Samba Enredo, Beto sem Braço Aluíso Machado, Arlindo Cruz, entre outros.
No carnaval de 2018, a escola ficou apenas em 13º lugar com o enredo  "O Império do Samba na rota da China!", mas vem carnaval medianos nos últimos anos.

Viver e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar e cantar e cantar
A beleza de ser um eterno aprendiz

Ah meu Deus!
Eu sei, eu sei
Que a vida devia ser
Bem melhor e será
Mas isso não impede
Que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita

E a vida
E a vida o que é?
Diga lá, meu irmão
Ela é a batida de um coração
Ela é uma doce ilusão
Êh! Ôh!

E a vida
Ela é maravilha ou é sofrimento?
Ela é alegria ou lamento?
O que é? O que é? Meu irmão

Há quem fale que a vida da gente
É um nada no mundo
É uma gota, é um tempo
Que nem dá um segundo

Há quem fale que é um divino mistério profundo
É o sopro do criador
Numa atitude repleta de amor

Você diz que é luta e prazer
Ele diz que a vida é viver
Ela diz que melhor é morrer
Pois amada não é
E o verbo é sofrer

Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós que fazemos a vida
Como der, ou puder, ou quiser

Sempre desejada
Por mais que esteja errada
Ninguém quer a morte
Só saúde e sorte

E a pergunta roda
E a cabeça agita
Eu fico com a pureza
Da resposta das crianças
É a vida, é bonita
E é bonita

Adicionar à playlist
Tamanho
A
A
Cifra
Imprimir
Corrigir

Quitéria Chagas

Últimas Notícias