A pernambucana deixou o frevo, o galo da madrugada e os bonecos de Olinda de lado para ganhar divulgação e mídia no glamour do carnaval de São Paulo

A Unidos do Peruche é a segunda escola a entrar no Sambódromo do Anhembi no sábado (25), com o enredo “A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia Caldeirão de Raças, Cultura, Fé e Alegria”. A agremiação vai para avenida com cinco carros alegóricos, vinte alas e 2.800 componentes, entre eles, Jane Ferreira, a madrinha da ala das passistas, posto extremamente importante da escola de samba.

Leia mais:  Conheça as musas que vão embelezar o desfile da Unidos do Peruche

Jane Ferreira faz sua estreia no carnaval como madrinha das passistas
Divulgação
Jane Ferreira faz sua estreia no carnaval como madrinha das passistas


Essa é a primeira vez que Jane Ferreira desfila no carnaval. Ela, que é pernambucana, mas mora na Bahia, contou em entrevista ao iG que está bem ansiosa para o grande dia, mas que o posto de madrinha das passista já te deu muita dor de cabeça. "Tinham outras meninas querendo o cargo e teve uma menina que é destaque e que fez umas publicações dizendo que ela era a madrinha das passistas, aí tive alguns problemas com ela, mas é minha primeira vez e eu tento não colocar tudo a perder", revela.

Dores de cabeça à parte, a madrinha está contando os dias para o grande desfile da Peruche. Dormir? Não direito. "É muita coisa envolvida: treino, fantasia, ansiedade, saber se vai tudo certo, fica aquela pulga atrás da orelha". Mas nada que tive sua expectativa, que é grande. "Espero que seja campeã".

Jane vem se preparando bastante para o desfile com musculação todos os dias para exibir um corpo mais sarado e definido. "Não como besteira, mas não dá para seguir uma dieta 100% nessa correria". Tudo isso para não fazer feio dentro de uma "Carmem Miranda bem ousada". Segundo ela, a fantasia é bem pequenininha, mas não tem tapa-sexo.

Leia mais: Renata Kuerten se prepara para desfile com arroz e feijão : "Emagreço rápido"

Por que São Paulo?

Blocos tradicionais, Galo da madrugada, frevo e boneco de Olinda. Tudo isso faz parte do carnaval de Recife, considerado um dos melhores no Brasil. Por que fugir de toda essa tradição para desfilar em São Paulo? "São carnavais diferentes, em Pernambuco não tem esse glamour e eu quero um trabalho, quero divulgação mídia", conta ela, que pela primeira vez não passará essa data no Nordeste.

Nudes vazados

Há um ano, exatamente no carnaval do ano passado, Jane teve fotos íntimas vazadas por "inimigas". As imagens repercutiram muito e chegaram nas mãos de muitas pessoas. "No começo eu fiquei muito mal, você nunca imagina que isso vai acontecer com você. Mas o tempo passou e através dessas fotos a pernambucana teve a oportunidade de estar no cargo de madrinha das passistas. "Deu para jogar na cara de muita gente", pontua.

Leia mais: Jurada tira nota da Unidos da Peruche por causa de musa que tirou fantasia

Polêmica

O posto que Jane Ferreira ocupa nesse ano é o mesmo que Ju Isen ocupou no carnaval passado. Na ocasião, a madrinha da época tirou a roupa em protesto e foi expulsa por diretos da agremiação. Em relação a atitude de Ju, Jane diz que não é contra atitude de ninguém, mas que faria diferente. "Se fosse para ficar pelada eu já iria pelada. É uma equipe, não pode ir só para se aparecer, tem formas de fazer isso sem prejudicar ninguém", finaliza.