União da Ilha

União da Ilha
  • Nome
    GRES União da Ilha do Governador
  • Fundação
    7/03/1953
  • Posição em 2015
    11ª Colocada
  • Enredo
    "Nzara ndembu glória ao senhor tempo"
  • Carnavalesco
    Severo Luzardo
  • Intéprete
    Ito Melodia
  • Cores Oficiais
    Azul, vermelho e branco
  • Mestre de Bateria
    Mestre Ciça
  • Ordem do desfile
    Primeira escola a desfilar na segunda-feira, 27

Sobre a escola

História

A União da Ilha foi criada em 1953 por iniciativa de três amigos que, logo após o carnaval daquele ano, propuseram aos integrantes de um time de futebol, o União Futebol Clube, a fundação de uma escola de samba. A agremiação ficou famosa no final da década de 1970 e início de 1980 com enredos simples e belos, sob o comando da carnavalesca Maria Augusta, e alguns dos melhores sambas da história do carnaval carioca. O compositor Didi, autor de “É Hoje”, foi o maior vencedor de disputas de samba-enredo da folia carioca. Em 2011, a União da Ilha desfilou o enredo “O Mistério da Vida”, mas não foi avaliada pelos jurados em razão de um incêndio na cidade do samba que atingiu o seu barracão e os da Grande Rio e Portela. De 2015 para 2016, a escola caiu duas colocações, saindo da 9ª posição para a 11ª, com 265,80 pontos e o enredo "Olímpico por natureza... Todo mundo se encontra no Rio".

Dos bantos nzambi, o criador...

Giram ampulhetas da magia,

Salve rei Kitembo!

Nzara ndembu em poesia

Pra dar sentido à vida, transformar...

Numa odisséia rasga o céu, alcança a terra;

Sagrada é a raiz Nzumbarandá,

Katendê, segredos preserva

Avermelhou, kiamboté nos fez caminhar,

Na luta entre o bem e o mal, forjou Kiuá!

Senhores sagrados irão celebrar

Kukuana é fartura, natureza a festejar.

Ndandalunda a me banhar (me banhar)

Seiva que brota do chão

Em rituais de purificação,

E no balanço da maré (da maré)

Samba kalunga nos traz

Rara beleza e peixes abissais.

A chama ardente é fogo,

O fogo que queima é paixão;

É Nzazi fazendo justiça

Na força de um trovão,

Que dita as leis do universo

E nos ensina a lição:

Quando o sol beijou a lua,

Viu no céu inspiração!

Matamba soprou...

O vento levou pra angola reinar,

Plantou o amor...

A árvore da vida é a vida que dá!!!

Êh, é no girê, é no girê

Macurá dilê no girá;

É tempo de fé, união;

O tambor da ilha a ecoar.

Tânia Oliveira

Últimas Notícias