Rainha de bateria da atual campeã do carnaval paulistano, a musa conta que pretende ficar ainda muitos anos na folia

Camila Silva, Rainha de bateria da Vai-Vai, ao lado da pintura de Geraldo Filme, no Bixiga
Marcelo Pereira
Camila Silva, Rainha de bateria da Vai-Vai, ao lado da pintura de Geraldo Filme, no Bixiga
Após um desfile marcado pela emoção, que homenageou o maestro João Carlos Martins, a Vai-Vai sagrou-se campeã do carnaval paulistano de 2011. O enredo “A Música Venceu” garantiu o 14º campeonato à escola do Bixiga, região central da capital. Para 2012, a Saracura, como é conhecida, resolveu homenagear as “Mulheres que Brilham”. Na avenida, personalidades do universo feminino que se destacaram em suas funções, como Chiquinha Gonzaga, Zuzu Angel, Leila Diniz e até a presidente Dilma Rousseff.

Mas uma mulher em especial promete brilhar ainda mais com a Vai-Vai. Camila Silva completa em 2012 quatro anos como rainha de bateria da Saracura. Aliás, esta não é a primeira vez que ela ostenta uma coroa. A primeira veio aos sete anos, na Combinados do Sapopemba. Depois passou pela Flor de Vila Dalila, Leandro de Itaquera e Nenê de Vila Matilde. “Não imagino a minha vida sem o samba”, entrega.

Em 2009, além de se tornar rainha de bateria na escola do Bixiga, ela conseguiu o que a maioria das passistas almeja: ser a rainha do carnaval paulistano. “Eu já alcancei tudo o que sonhava no samba. Mas quero ter a oportunidade de fazer outras coisas”, revela Camila.

E os sonhos da musa são tão ambiciosos quanto os postos que já conquistou. “Acho que sair em uma comissão de frente seria bem legal. E também quero ser cidadã samba um dia”. Como o título – que só é concedido aos sambistas que, no geral, já estão na velha guarda – ainda está muito longe, Camila Silva mostra que ser uma rainha é uma grande responsabilidade. “Toda vez que chego na quadra me dá um friozinho na barriga”, conta.

E o nervosismo tem explicação: a passista valoriza muito mais a aprovação da comunidade do que os títulos que já conquistou. “Ser reconhecida fora é bom, mas não é tudo. Eu prefiro que seja bom para a minha comunidade. Aí eu vou estar feliz”, garante.

Idade: 25 anos
Peso: 63 kg
Altura: 1,77
Cintura: 63 cm
Busto: 96 cm
Quadril: 102 cm
Coxa: 60 cm

Produção, cabelo e maquiagem: Luiz Martins

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.