Escola mostra no Anhembi como a propaganda e a comunicação influenciam a vida das pessoas

A Gaviões da Fiel entrou na pista do Anhembi no início da madrugada de domingo (10) com o propósito de contar a história da propaganda. Reproduzindo uma agência de publicidade, a comissão de frente "A Alma do Negócio" abriu um desfile luxuoso e bem acabado. O abre-alas "Os Gaviões do Carnaval" fechou a parte inicial da passagem da agremiação.

Exclusivo - Sabrina Sato: “Estou tão à vontade que me sinto nua”

De branco, a madrinha Sabrina Sato brilhou com uma fantasia rica e sofisticada. A humorista atraiu os flashes dos fotógrafos esbanjando simpatia à frente da bateria da Gaviões. Aliás, os ritmistas levaram o empolgante samba-enredo da escola com competência. Chamava atenção o cuidado no acabamento das roupas e alegorias, e a beleza feminina foi uma constante na avenida.

Veja: Sabrina Sato há nove anos na Gaviões da Fiel: “É muita emoção sempre”

No desfile, a famosa carta de Pero Vaz de Caminha falando sobre a descoberta do Brasil para a Coroa portuguesa foi lembrada como a primeira propaganda em território tupiniquim.

Avançando no tempo, o carro “Do Radio à Internet” trouxe uma escultura do apresentador Chacrinha, lembrando do seu famoso bordão do Velho Guerreiro: “Um minuto pro comercial, alô alô Teresinha, é um barato a Discoteca do Chacrinha”. A presença do locutor Osmar Santos na alegoria mereceu aplausos do público.

Ensaio: Tati Minerato fotografada pelo iG

Símbolo da bem-sucedida publicidade brasileira, o publicitário Washington Olivetto foi o destaque do último carro da escola, que trazia um enorme gavião dourado. Corintiano fanático, Olivetto não parou de pular nem por um minuto na alegoria, que também tinha a presença do goleiro do Corinthians Cássio Ramos.

Saiba tudo sobre o carnaval de São Paulo


Veja o samba-enredo da Gaviões da Fiel:

“Ser Fiel é Alma do Negócio”
Compositores: José Rifai, Ernesto Teixeira, André União, Fadico, Murillo, Alex, Bruno Muleki

Minha alma é fiel…Nação
Sem limites cruzo o céu…Sou Gavião
Um bando de loucos, amor de verdade
Eu vou publicar nossa felicidade
Vem ver,
A nação corinthiana
A força da nossa união
Eterna paixão, propaga a chama
Orgulho que não se compara, não para! É religião
Que pulsa forte em cada coração
Terra a vista, são novos ares
Caminha a notícia, singrando os mares
Oh, meu Brasil, um paraíso de encantos mil
Papagaio vira arara de verdade
O índio e sua criatividade
A gazeta informava: tem escravo sim, sinhô!
O ambulante vindo lá do oriente
Pra alegria dessa gente, o mascate anunciou
Corre, vem ver, tô na tela da tv
Nas ondas do rádio, tô ligado em você
“Roda e avisa” é Carnaval
“Um minuto de comercial”
Se a cigana te enganou
E não trouxe o seu amor
Tome cuidado! Preste atenção!
É “turbinado esse avião”
O povo elege, mas é enganado
Não caia no conto de mais um vigário
O nosso país merece um futuro feliz
Eu vou brilhar na constelação
Sou a estrela, fiel gavião
É nova era, leão de ouro, um sonho que impera

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.