Passista iG Gaby Viana também brilha no desfile da escola, que busca o primeiro título no carnaval de São Paulo

A vida do ator, compositor e escritor Mario Lago foi apresentada ao público do Anhembi pela Mancha Verde , a terceira escola a entrar no Anhembi neste sábado (9), por volta das 2h da manhã. Com uma fantasia toda dourada e coberta de pedras, a Rainha de Bateria Viviane Araújo foi o grande destaque da agremiação.

VEJA TAMBÉM: Viviane Araújo: "Não tenho ideia de quantas pedras tem minha fantasia"

A passista iG Gaby Viana também brilhou no desfile da Mancha
AgNews
A passista iG Gaby Viana também brilhou no desfile da Mancha

O enredo “Mario Lago – Um homem do século 20” lembrou a vida do carioca desde a sua infância até os seus últimos sucessos como ator nas telenovelas.

A vida boêmia de Mario no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, também não foi esquecida.

Um dos carros alegóricos chamou atenção por ter em sua parte mais alta uma enorme escultura da cantora Carmen Miranda, que foi colega de Mario no Cassino da Urca.

Mas o carro que mais empolgou o público foi o último, chamado de “Mario Lago das Telenovelas”. Folhetins como “Barriga de Aluguel” e “Dancin' Days”, nos quais o ator teve papéis de destaque, foram lembrados em esculturas.

A Mancha também deu um show de mulher bonita, com belas anônimas e famosas como as modelos Viviane Araújo e Juju Salimeni, além da passista iG 2013, Gaby Viana, que mostrou seu corpo em uma fantasia diminuta.



Samba-enredo 2013

“Mario Lago – Um homem do século XX”
Compositores: Turko, Maradona, Didi, Ferracini, Fabiano Sorriso, Jorginho, Paulinho Miranda, Tucuruvi Mancha

Explode em meu peito tamanha emoção

Eu sou Mancha Verde, eterna paixão

O tempo não apagará as obras de um imortal

É Mario Lago, um homem genial

Sob a luz do criador

Brilha a estrela de um menino

Um soneto de amor

Cresceu ao som de violinos

Nas veias o DNA de anarquista

Na alma um amor de família

Malandro da Lapa, amante da boêmia

No Café Nice até de manhã

Dono da noite, Madame Satã

A arte em poesia acolhe o escritor

A liberdade, o Bola Preta

Cena de um sonhador

Sou sambista e vou descendo o morro

“Nada além” do que eu sempre quis

Vou vivendo enquanto houver saudade

Carmem Miranda é só felicidade

Aurora... Diz quem é a mulher de verdade

Amélia... Canção para a eternidade

Ouvindo a grande Rádio Nacional

Deixei um céu nas asas do Brasil

Zeli, eterno laço de união

Dercy, lhe estendeu a mão

O Padre e a Moça proibida paixão

Sucessos marcaram no cinema e televisão

No repente de Nunes poeta

Diretas pro país mudar

Vi no sertão o tempo e o vento passar

Mário, a sua luta hoje veste o manto

No coração, da nossa pátria verde branco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.