Rosas de Ouro

Rosas de Ouro
  • Nome
    Sociedade Rosas de Ouro
  • Fundação
    18/10/1971
  • Posição em 2015
    3ª Colocada
  • Enredo
    "Convivium – sente-se à mesa e saboreie"
  • Carnavalesco
    André Machado
  • Intéprete
    Royce do Cavaco
  • Cores Oficiais
    Azul, rosa e branco
  • Mestre de Bateria
    Mestre Rafa
  • Ordem do desfile
    Sétima escola a desfilar no sábado, 25

Sobre a escola

História
No bairro da Brasilândia, Zona Norte da capital, em outubro de 1971, Eduardo Basílio e mais três amigos fundaram a escola de samba Rosas de Ouro. Desde sua criação, a agremiação ganhou destaque entre as entidades carnavalescas da capital. Em seu primeiro desfile, em 1973, no Grupo Dois, veio o quarto lugar. No ano seguinte, a escola foi campeã e chegou ao Especial, onde permanece até hoje. O primeiro dos sete títulos na elite do samba da Roseira, como é conhecida, veio em 1983, com o enredo “Nostalgia”. Atualmente, a sede da Rosas de Ouro fica na Freguesia do Ó, bairro vizinho à Brasilândia. Eduardo Basílio presidiu a escola até sua morte, em 2003. Hoje, a escola é administrada por sua filha, Angelina Basílio. Em 2011, a agremiação ficou com na oitava colocação, com 268 pontos. De 2015 para 2016, a escola caiu duas posições, saindo do 3º lugar e indo para o 11º, com o enredo “Arte à flor da pele. A minha história vai marcar você!” e registrando 267,6 pontos.

O tempo vem nos ensinar

Que a vida é pra celebrar

Viver em união e harmonia

Ser é a razão de existir, amar é um dom

Um fruto a colher, ver a natureza sorrir

Desfrutar da amizade

Momento de grande prazer

Essencial pra se conviver

Aráayé a je nbo

Olubajé a je nbo

E uma porção de fé

Não importa a religião

Salve Cosme e Damião

Lindas crianças a comemorar

Eterna lembrança, uma vela assoprar

No calor do braseiro a doce ilusão

Acende a fogueira do meu coração

Um brilho no olhar, sagrada aliança

O sino a tocar, traduz a esperança

E semear o nosso pão de cada dia

Com uma pitada de amor

Para a miséria acabar

Somos irmãos em comunhão

Vem saborear, vamos brindar

Um novo dia

A Roseira põe a mesa pra você

Eu quero ver, um banquete de alegria

Ellen Rocche

Últimas Notícias