Advogada, atriz e cineasta. A rainha de bateria da Acadêmicos da Rocinha tem três faculdades e muito samba no pé

Quem vê Érika Palmer nos ensaios de quadra da Acadêmicos da Rocinha não imagina o quanto ela sua a camisa durante o dia. E não é só com a academia, não. De segunda a sexta ela dá expediente como advogada, e está concluindo sua terceira faculdade, a de cinema. Ela também é formada em artes cênicas.

Érika não para. Além de ocupar o mais cobiçado posto de destaque em uma escola de samba, a loura também coordena os projetos sociais da agremiação com crianças da favela. “Faço porque gosto, me envolvo mesmo. Já desfilei em todas as alas da Rocinha, da comissão de frente a destaque de alegoria”, conta ela, que vai para o seu segundo ano como rainha. Dessa vez, defendendo o enredo “Vou colocar teu nome na praça”, sobre as praças mais famosas do País.

Um dado curioso: Érika é sobrinha do campeoníssimo Max Lopes, carnavalesco da Imperatriz. “Quando contei para meu marido sobre o convite da Rocinha, ele não acreditou. Não é tão ligado ao carnaval, mas me apoiou desde o começo”, diz. Para este ensaio, feito nas dependências do hotel Copacabana Palace – coincidentemente onde ela se casou, a “advogada sambista” mostra todo seu charme. “Não sou dessas que ficam dublando o samba. Meu coração vai junto na hora H”, diz.


29 anos
Peso: 69 kg
Altura: 1,74 m
Cintura: 68 cm
Busto: 89 cm
Quadril: 104 cm


Produção (Rosane Amora, assistente Juliana França): 1º look: Body Victor Dzenk, Pulseiras, anel, sapato e brincos acervo / 2º look: Vestido e pulseira Q-guai, sandálias Victor Dzenk, brincos R. Sobral / Maquiagem : Mauricio Nazário / Agradecimento : Hotel Copacabana Palace

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.