Modelo que já fez 43 cirurgias é musa da Tom Maior, em São Paulo, e da Mocidade Independente, no Rio

Foi em Afrodite que Angela Bismarchi buscou inspiração para escrever seu primeiro livro - “A bíblia do sexo : Os meus 10 mandamentos escritos no monte de Vênus”, lançado em 2011. Mas bem que sua fonte de inspiração poderia ser outro ser mitológico. Narciso, deus da vaidade, é quem sempre lhe perseguiu a partir da fama que projetou Ângela nacionalmente. Conhecida pelas dezenas de plástica que já fez, a ponto até de perder a conta exata – “São mais de quarenta”, diz, imprecisa – Angela agora quer mostrar que também tem conteúdo.

“Não sou apenas uma mulher bonita, de corpão. A maior transformação da minha vida foi perceber que posso também ser intelectual”, diz ela, enquanto desamarra a parte de cima de seu maiô para a sessão de fotos que ilustra esta reportagem – feita no dia do seu aniversário. Idade? “Nem sob tortura”, enfatiza.

No carnaval, ela se transforma a cada enredo. Já fez – entre suas 43 intervenções plásticas - cirurgia de orientalização dos olhos para homenagear o centenário da imigração japonesa, desfilou nua com a bandeira do Brasil para cantar os 500 anos de descobrimento... e por aí vai!

Para este ano, Ângela surpreende: "Não pretendo fazer nenhuma cirurgia. Aliás, a única que fiz em 2012 foi a reconstituição do hímen para o meu casamento (Ângela irá renovar os votos da união com Wagner de Moraes no dia 29 de dezembro, na Sapucaí). Vou malhar e tentar segurar a alimentação para evitar uma lipo antes do desfile". A loura estará tanto no carnaval do Rio, como musa da Mocidade , como no de São Paulo, como musa da Tom Maior .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.