Estrutura 'afundou' para dentro do carro número dois, levando pessoas que estavam sobre ela e machucando diversos componentes da escola carioca

Um acidente com um dos carros da Unidos da Tijuca interrompeu o desfile da escola de samba carioca na madrugada desta terça-feira (28)  – segunda noite do Grupo Especial do carnaval do Rio de Janeiro – e deixou diversos feridos.

Com o acidente, a escola parou de avançar na avenida e uma equipe de resgate foi deslocada para cima do carro
Reprodução/TV Globo
Com o acidente, a escola parou de avançar na avenida e uma equipe de resgate foi deslocada para cima do carro

Durante o desfile, uma estrutura de mais de 3 metros, que estava no alto de um dos carros alegóricos da Unidos da Tijuca, despencou para dentro da alegoria no meio da avenida.

Leia também: Com Aladdin voador, Mocidade leva lenda das 'Mil e Uma Noites' para a avenida

Algumas pessoas estavam em cima da estrutura e outras ao lado da parte que caiu. Diversas ficaram feridas. Com o acidente, a escola parou de avançar por alguns minutos na avenida e uma equipe de resgate foi deslocada para cima do carro.


Vítimas e andamento da escola

Imagens da Rede Globo mostraram uma mulher sangrando; ainda não há informações sobre o número de feridos
Reprodução/TV Globo
Imagens da Rede Globo mostraram uma mulher sangrando; ainda não há informações sobre o número de feridos

Imagens da Rede Globo mostraram uma mulher sangrando e um homem no chão, sendo socorrido. Uma outra pessoa foi retirada do carro usando cadeira de rodas.

A equipe de resgate atendeu vinte pessoas. Doze delas ficaram feridas e outras oito tiveram crise de ansiedade. Seis pessoas foram encaminhadas a hospitais da região e duas delas estão em estado grave. Há suspeitas de que uma das vítimas tenha sofrido um traumatismo craniano e a outra, um traumatismo abdominal.

Veja o vídeo do momento do acidente:

<iframe src="//tvig.ig.com.br/player/?v=58b57c789ad28108ec0005ca" width="640" height="360" frameborder="0" scrolling="no" frameborder="0" allowtransparency="true" webkitallowfullscreen="true" mozallowfullscreen="true" msallowfullscreen="true" ozallowfullscreen="true" allowfullscreen="true"></iframe>

Esse era o segundo carro da escola na avenida. A alegoria, que homenageava o bairro americano de Nova Orleans, parou de desfilar por minutos, esperando a liberação do Corpo de Bombeiros para seguir a avenida. 

Imagem mostra antes e depois do acidente no carro número dois da Unidos da Tijuca
Reprodução/TV Globo
Imagem mostra antes e depois do acidente no carro número dois da Unidos da Tijuca

Com o acidente, o desfile da escola perdeu a animação que vinha apresentando pela comissão de frente e pelo carro abre-alas. No entanto, o puxador oficial do samba seguiu cantando com animação e pediu para os integrantes "não desistirem".

As alas que vinham após o carro do acidente ultrapassaram a alegoria parada e preencheram o espaço que ele ocuparia. Com o carro interrompendo a passagem, os demais carros também não puderam entrar na avenida.

       Leia também: São Clemente narra uma história francesa com desfile luxuoso na Sapucaí

Com a liberação do Corpo de Bombeiros, o carro do acidente seguiu o desfile, já desorganizado, para liberar a avenida. Todos os componentes da alegoria da Unidos da Tijuca desceram e ele seguiu vazio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.