Carro da Unidos da Tijuca desabou na Marquês de Sapucaí deixando 16 feridos. Atriz protagonista da novela "Malhação" estava no carro

A Unidos da Tijuca foi a quarta escola a desfilar na Marquês de Sapucaí , na madrugada desta terça-feira (28). Contudo, o desfile que prometia ser um sonho para todos os amantes de música transformou-se em um pesadelo para a escola e seus integrantes. Com o desmoranamento de uma alegoria, 16 pessoas ficaram feridas, duas em estado grave, e a escola agora corre risco de rebaixamento.

Leia também: Acidente com alegoria compromete desfile e Tijuca corre risco de cair

Parte de estrutura de carro da Unidos da Tijuca desaba durante desfile
Fernando Frazão/Agência Brasil
Parte de estrutura de carro da Unidos da Tijuca desaba durante desfile

Para Mauro Quintaes, o carnavalesco da Unidos da Tijuca , uma "fadiga" do ferro usado na estrutura do carro alegórico pode ter provocado a queda da estrutura o acidente durante o desfile. Ele ainda afirmou que em mais de 30 anos de carnaval, nunca havia visto nada parecido. "Fizemos ensaios desde dezembro em cima do carro e nunca houve nem indício de problema. Os bombeiros fizeram a vistoria e também aprovaram, sem suspeitar de nada. Foi uma fatalidade", lamentou. Ele também descartou problemas hidráulicos com a estrutura. As informações são do jornal  "O Dia". 

Veja o vídeo do momento do acidente:


Feridos

Segundo informações da Agência Brasil, algumas pessoas foram atendidas no sambódromo por causa de estresse. Nove delas, que estavam com ferimentos, foram encaminhadas a três hospitais do Rio de Janeiro. 

Entre os pessas no carro estava a atriz Aline Dias, protagonista da atual temporada da novela global "Malhação". A também atriz Barbára França, amiga de Aline, usou as redes sociais para tranquilizar os fãs e afirmou que a global estava bem. "Gente, muito triste pelo o que aconteceu com a Unidos da Tijuca! Mas fiquem calmos, eu falei com a Aline e ela está bem. Graças a Deus minha florzinha não se machucou", escreveu.

Leia também: Acidente em carro da Tijuca deixa feridos na Sapucaí

Detalhes do acidente

O carro danificado era a segunda alegoria a entrar na avenida, intitulado "Nova Orleans", cidade norte-americana famosa por causa do jazz e do carnaval típico. Na parte central, havia oito quartos, que representavam um bordel. Cada um tinha uma varanda, onde um casal faria coreografias interpretando prostitutas com seus clientes. Essa foi a estrutura que desabou, afundando para dentro do próprio carro. De acordo com a escola, essa parte estava a cerca de dez metros de altura do chão.

O ocorrido atrasou a escola em um minuto, e o carro desfilou apagado, com pucos integrantes e a estrutura danificada; as laterais e a fachada da alegoria permaneciam intactas. Isso, certamente, irá custar pontos à escola.

Viviane Pereira estava no carro e comentou sobre o acidente à Agência Brasil. Ela disse que ouviram um barulho muito alto, mas pensaram que tudo não se passava de um efeito especial. Logo depois, ao verem as pessoas nervosas, percebeu a gravidade do acidente. 

Por meio de nota, a Liesa afirmou que irá aguardar a perícia para determinar a real causa do acidente. A agremiação também afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que irá fornecer toda a colaboração possível para que a causa do acidente seja determinada.

Leia também: Carnaval: os altos e baixos dos desfiles das escolas de samba

Confira as notas oficiais na íntegra:

Liesa

"A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) vem a público manifestar sua preocupação com os episódios ocorridos nos desfiles desse domingo e segunda-feira. Em 33 anos de existência do Sambódromo, inaugurado em 1984, houve poucas ocorrências dessa natureza envolvendo carros alegóricos. A entidade aguarda a conclusão da perícia para esclarecer as causas, dando todo suporte institucional e operacional.

A Liesa lamenta profundamente os ocorridos e informa que se reunirá com todas as agremiações para realizar os ajustes que se fizerem necessários, buscando sempre o aprimoramento do espetáculo."

Unidos da Tijuca

"A Unidos da Tijuca, nesse momento, preocupa-se em dar toda a assistência aos envolvidos no acidente. As causas serão devidamente apuradas e será fornecida toda a colaboração necessária às investigações."