Sambista afirma que o patrocínio de empresas acaba com a verdadeira paixão do carnaval

Enquanto estava no concentração da Sapucaí aguardando sua hora de entrar na avenida, Diogo Nogueira fez um desabafo. O sambista acredita que, à medida que as empresas patrocinam as escolas de samba, o carnaval perde sua essência. “O carnaval está ficando muito comercial. Aqui na Portela é mais família”, afirmou o sambista, sobre a agremiação que levará o tema Mangalarga Marchador para a avenida.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe todas as notícias dos famosos

“Enquanto a gente vem com amor, as empresas estão acabando com essa paixão. Uma escola vem com o luxo e, a outra, com a alma, amor. A Portela é o berço do samba, do chame”, disse o sambista, que está ansioso para entrar na avenida. Diogo vem como destaque de chão da agremiação, que é a última a entrar na avenida neste primeiro dia de desfiles das escolas de samba do grupo especial no rio de Janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.