São Clemente volta ao Grupo Especial e abre os desfiles na Sapucaí; Grande Rio e Imperatriz Leopoldinense também se apresentam

A segunda noite de desfiles do Grupo Especial do carnaval do Rio começa às 21h desta segunda (dia 11), com a São Clemente . Depois, entram na Sapucaí Mangueira , Beija-Flor , Grande Rio , Imperatriz Leopoldinense e Unidos de Vila Isabel .

Vote: Troféu Tamborim de Ouro 2013

No primeiro dia do carnaval carioca, destacaram-se Salgueiro , com enredo sobre a fama, Portela , que homenageou o bairro de Madureira, e União da Ilha do Governador , que contou a história do poeta e compositor Vinicius de Moraes.

Leia também: O melhor e o pior da primeira noite do Grupo Especial no Rio

Mocidade Independente de Padre Miguel , Unidos da Tijuca e Inocentes de Belford Roxo decepcionaram, ou porque tiveram problemas com carros alegóricos (caso da Tijuca) ou porque fizeram desfiles pouco inspirados (Mocidade e Belford Roxo).

Primeira escola a entrar na Sapucaí neste domingo, a São Clemente leva à avenida o enredo "Horário Nobre", sobre as novelas brasileiras. A escola, que estava no Grupo de Acesso no ano passado, é comandada pelo carnavalesco Fábio Ricardo e tem Bruna Almeida como rainha da bateria. Personagens históricos da TV, como Odete Roitman, a viúva Porcina e a vilã Carminha, de “Avenida Brasil”, estarão presentes no desfile.

Saiba tudo sobre o carnaval do Rio de Janeiro

A segunda escola a se apresentar será a Mangueira , que faz uma homenagem à cidade de Cuiabá com o enredo “Cuiabá, Um Paraíso no Centro da América”, costurado pelo carnavalesco Cid Carvalho. Tendo Gracyanne Barbosa como rainha da bateria, a verde e rosa mostrará as belezas naturais, históricas e culturais da capital mato-grossense.

Sempre considerada uma das favoritas para conquistar o título, a Beija-Flor tenta o 13º campeonato com o enredo "Amigo Fiel, do Cavalo do Amanhecer ao Mangalarga Marchador”. O carnavalesco Ubiratan Silva tenta contar a história dessa raça brasileira de cavalo. Mais uma vez, a rainha da bateria da escola é Raíssa Oliveira, que ostentará uma fantasia feita com crina de cavalo e 15 mil pedras douradas Swarovski, que representa o tesouro cigano.

Com Carla Prata, dançarina do Faustão, como rainha da bateria, a Grande Rio será a quarta escola a entrar na Sapucaí. A agremiação defende o enredo “Amo o Rio e Vou à Luta: o Ouro Negro Sem Disputa”, do carnavalesco Roberto Szaniecki, sobre um manifesto defendendo o direito do Rio de Janeiro de ficar com os royalties do petróleo produzido no Estado.

Após um longo reinado de Luiza Brunet, a Imperatriz Leopoldinense terá neste ano como rainha de bateria a atriz Cris Viana. A quinta escola a desfilar apresentará uma homenagem ao Pará com o enredo “Pará – O Muiraquitã do Brasil”, desenvolvido pelos carnavalescos Cahê Rodrigues, Mário e Kaká Monteiro.

O carnaval do Rio será encerrado pela tradicional Unidos de Vila Isabel terá Sabrina Sato como rainha da bateria, pelo terceiro ano consecutivo. A beldade tenta ajudar a escola a apresentar o enredo "A Vila canta o Brasil, Celeiro do Mundo - Água no Feijão que Chegou Mais Um", no qual exalta a vida no interior do país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.