Após 10 anos na banda Cheiro de Amor, Alinne vai comandar um trio elétrico no carnaval pela primeira vez em carreira solo

Dez carnavais no currículo, um corpo maravilhoso e muita simpatia: Alinne Rosa já se tornou um nome clássico do carnaval baiano. Mas esse ano é diferente, Alinne estará sozinha no palco. Depois do fim de sua carreira na banda Cheiro de Amor, ela está preparada para o show solo. "Estou vendo concretizar tudo o que eu sonhava, estou ansiosa", afirma ela ao iG em ensaio de fotos exclusivo.

A correria pré-carnaval está puxada. Alinne comparece a compromissos em São Paulo enquanto sua banda ensaia em Salvador e até passagem de som por telefone tem acontecido. Tudo para que os cinco dias de folia incansável sejam perfeitos.

Ao sair do Cheiro de Amor 10 anos depois de sua estreia, Alinne foi muito comparada às duas maiores referências de axé no Brasil: Ivete Sangalo e Claudia Leitte . As cantoras consagradas também seguiram essa trajetória de abandonar um grupo e seguir solo. "São duas mulheres vitoriosas na vida profissional e pessoal. É bom ser comparada com pessoas assim. São mulheres que admiro para caramba", disse Alinne.

Durante esses dez anos de carreira, Alinne não consegue escolher apenas uma história marcante. Mas lembra no ano que estava com pneumonia e teve que continuar os shows. "Os fãs me deram muita força e no final foi muito emocionante, eu estava saindo do trio para o hospital."

Sobre a preparação do corpo para o carnaval, a baiana se diz abençoada: “É só eu emagrecer um pouquinho que já aparecem os gominhos”. Em 2014, seu abdômen definido chamou atenção e a barriga negativa foi muito comentada. Para esse ano, a dieta já começou faz tempo. "Eu estava bem radical, mas agora já estou focando para ter energia. Estou com dieta, mas a dieta ganhou mais energia, um pouco mais de caloria."

E a disposição é realmente essencial para tantas horas de cantoria e dança. À vontade para comandar a multidão de cima de um trio elétrico, sensualiza com suas coreografias, apesar de se dizer tímida e discreta. "Quando estou no palco, ali de cima, até me solto mais. Sou uma tímida cara de pau."

A morena está com o coração ocupado também. Namorando o baixista de sua banda, garante que a relação é supertranquila, mas entende que não é fácil namorar uma cantora de axé. "Tem que ter confiança em si mesmo, é muito assédio. A pessoa tem que confiar no seu taco."

Apesar de passarem o carnaval inteiro viajando juntos, Alinne sabe que não vai ter muito tempo para namorar. A correria é demais, mas os dois já planejam férias para depois.

Agradedecimento: Terra da Garoa (locação)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.