Musa da Mancha Verde está há cinco anos na escola

Pelo quinto ano consecutivo Juju Salimeni é um dos destaques da Mancha Verde, escola do grupo especial de São Paulo, a primeira escola a desfilar no Sambódromo do Anhembi, na sexta-feira (13). “Nunca desfilei em outra (escola). Tive alguns convites há cinco anos mas eu nunca tinha nem chegado perto, não tinha noção nenhuma.”

Ela conta, durante intervalo de um ensaio exclusivo para o iG no barracão da escola, na zona norte de São Paulo, que foi um assessor com quem trabalhava na época que sugeriu ela aceitar o convite da Mancha. “Ele me disse: ‘Pelo que eu sei, a Mancha é um lugar legal, bem família. Eles são superunidos, você vai curtir’. E acabei optando para ficar aqui e não me arrependo porque realmente sou super bem tratada, todo mundo me apoia. Acho que eu fiz uma escolha ótima.”

Não por acaso, atualmente Juju é a grande estrela da escola. No barracão, entre os integrantes da comunidade, ela é considerada o principal rosto da agremiação. Principalmente em um ano em que a rainha de bateria, Viviane Araújo , mal deu as caras na escola. Por conta de sua agenda, que inclui gravações diárias da novela “Império”, Vivi só conseguiu participar do ensaio técnico do dia 6 deste mês.

“Ela tem a agenda dela... Eu não sei como é o dia a dia dela. Eu sei que eu estou aqui perto, eu moro aqui, então para mim acaba ficando mais fácil. Mas a partir do fim do ano até o carnaval eu reservo praticamente todo o meu tempo para isso. Porque eu sei que é uma vez por ano, então acho que tenho que dar essa atenção (para a escola). Mas ela já está no carnaval há muito tempo, acho que ela sabe o que faz. Se existe algum tipo de descontentamento (por parte da escola com ela) eu não sei, ninguém me falou nada."

A apresentadora do programa “Legendários”, da Record, garante que só se preocupa consigo mesma. “Não costumo me preocupar com o que as outras pessoas estão falando ou estão fazendo. Eu faço o que eu gosto aqui, faço a minha parte e acho que as pessoas gostam. O pessoal da comunidade se sente bem comigo eu me sinto bem com eles aqui e para mim está ótimo. Eu quero que eles vejam o que eu faço, como eu sou. Quero que eles vejam a minha presença aqui.”

E este ano ela resolveu inovar no quesito fantasia. Cansou das penas. Inclusive, diz que é as pessoas costumam exagerar um pouco quando falam dos valores que gastam em suas roupas. “Todo ano eu acabo gastando muito com pena, porque elas são bem caras, tal. Mas é muito exagero o que falam por aí, ‘nossa, gastei não sei quantos mil, gastei cem mil reais’... Não existe isso. É muito exagero. Nem que você comprar o barracão inteiro de pena para a escola inteira. Não tem essa. Esse ano é o que eu estou gastando menos de todas as fantasias. Vai ser uma fantasia diferenciada porque eu não quis pena. A gente está investindo em outro material. Então acabou saindo até mais barato.

Juju acredita que a beleza de uma fantasia está além do valor gasto com elas. “Não me importo com valores. Eu me importo que fique bonita, do jeito que eu quero, que fique um negócio legal. Então, se custar muito caro, se custar mais barato, para mim não tem nenhuma diferença porque as pessoas têm que ver um trabalho bonito, não se importar com os valores, com o quanto foi (gasto). Então (este ano) quis uma coisa diferente do que eu estou acostumada, do que a gente vê muito e foi a mais barata que eu já fiz até hoje.” Juju representará um troféu na avenida. Uma fantasia que tem tudo a ver para quem, como corre nos bastidores, corre o risco de se tornar a nova rainha de bateria da mancha Verde. Fica de olho, Vivi!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.