Solteira, Vanessa Mesquita estreia no Anhembi como musa da Gaviões da Fiel e dispara: "No carnaval, tudo é permitido, desde que as duas pessoas estejam de acordo"


Aos 28 anos, Vanessa Mesquita está levando a sério sua estreia em desfiles de carnaval. Musa da Gaviões da Fiel, escola de samba que representa a torcida de seu time do coração, o Corinthians, a ativista não hesitou em passar por duas cirurgias plásticas para desfilar pela primeira vez no Anhembi: aumentou as próteses dos seios - agora tem 380 ml de silicone em cada - e afinou o nariz, no início de janeiro.

"Já tinha que trocar as próteses porque estava com fibrose e ia aparecer no desfile. Tinha 350 ml, coloquei um pouquinho a mais e está bem mais bonito. Nem ia mexer no nariz, mas aproveitei para fazer tudo de uma vez. Agora, chega", garante.

Outros procedimentos, como colocação de megahair e tratamento dentário completam o novo visual. "Venho na frente do carro quatro, no chão, sambando muito. É uma responsabilidade enorme. Minha fantasia é linda, superpequena (risos). Não vai ter topless, mas pretendo causar", vibra.

O primeiro valor foi de R$ 16 mil, não ia pagar isso numa fantasia e pensei: 'vou sair pelada' (risos). Mas pechinchei e ficou R$ 8 mil, mais barato que botar peito. Dei um cheque lá e parcelei"

Fantasia de R$ 16 mil

O investimento na roupa, no entanto, não é proporcional ao tamanho reduzido da peça. "O primeiro valor foi de R$ 16 mil, não ia pagar isso numa fantasia e pensei: 'vou sair pelada' (risos). Mas pechinchei e ficou R$ 8 mil, mais barato do que botar peito", explica, sobre o modelo com pedrarias e outros enfeites típicos da importância de seu posto de destaque na apresentação. "Dei um cheque lá e parcelei", diverte-se a milionária, vencedora do "Big Brother Brasil 14".

Bissexualidade

A ex-BBB, que faturou R$ 1,5 milhão no programa da TV Globo, há um ano, garante que não gastou "nem um real e o dinheiro está aplicado e rendendo". Além de ter o nome marcado para sempre na história do reality show por ter vencido a edição, a ativista também se destacou por ter vivido o primeiro romance homossexual ao vivo em rede nacional com a stripper e DJ Clara Aguilar .

Como casal, elas trocaram carícias picantes e beijos apaixonados dentro e fora da televisão, além de protagonizarem ensaios sensuais que exploravam os detalhes da relação. Os fãs até inventaram um apelido carinhoso com a junção de partes dos nomes das duas: Clanessa.

Os homens têm medo de chegar em mim porque pensam: 'ih, essa é sapatão, não vou perder tempo'. Mas eu sou bi"

Medo dos homens

Com o fim do programa e, tempos depois, do namoro, Vanessa se viu solteira, e é assim que vai passar o carnaval. "Os homens têm medo de chegar em mim porque pensam: 'ih, essa é sapatão, não vou perder tempo'. Mas eu sou bi. É claro que demorei para me definir assim porque meu primeiro beijo foi em menina. Na época, até fiquei confusa, pensei: 'como vou contar para a minha mãe que sou lésbica? Ela vai ficar brava'. Depois, descobri que gosto de homens e mulheres", declara.

Mas, se os homens se afastam, o assédio feminino só fez aumentar desde que Vanessa expôs sem pudores sua orientação sexual na televisão. "Até famosas gostosonas me paqueram", conta, sem nomear as pretendentes. 

Vanessa Mesquita no ensaio técnico da Gaviões da Fiel no Anhembi
Reprodução
Vanessa Mesquita no ensaio técnico da Gaviões da Fiel no Anhembi

"Paolla Oliveira faz o tipo"

Vanessa é franca quando o assunto é a atriz  Paolla Oliveira , que invadiu as fantasias de homens e mulheres na série "Felizes Para Sempre?", da Globo.  "A Paolla faz o tipo de todas as pessoas", diz ela, que, como a protagonista da trama, cogita viver uma história a três. "Topo ménage se tiver uma paixãozinha, mas, só por diversão, não. Tenho medo de que uma história assim afete a relação... é algo para se pensar", diz.

Dona de 102 cm de bumbum - o tamanho foi muito comentado durante sua participação no "BBB" - , Vanessa compara seus atributos físicos com os de Paolla. "Nossa, o bumbum dela é maravilhoso, que corpo! E li que ela come chocolate, meu Deus! Eu me esforço muito para manter isso aqui (aponta para trás) durinho e tenho que passar longe de açúcar, essas coisas", comenta a musa da Gaviões, que já está pegando pesado para aparecer com tudo em cima na avenida: "No 'BBB' estava gorda. Agora, perdi muito massa magra. Não estou com o corpo perfeito que gostaria mas vou recuperar", afirma.

"Não sou tão beijoqueira"

Focada nos treinos de academia para arrasar no desfile, Vanessa ainda divide seu tempo entre as presenças VIP em eventos e o restaurante Sushi Park, em Pirituba, na zona oeste de São Paulo, do qual acaba de se tornar sócia.

Os compromissos profissionais, defende Vanessa, não a impedem de viver um amor de carnaval. "Estou pronta para uma relação, não existe preferência por homem ou mulher, me apaixono pela pessoa em si, não importa o sexo. Mas não sou tão beijoqueira, de sair pegando várias pessoas no carnaval. Prefiro dar muitos beijos em uma única pessoa", explica. 

E se rolar um romance, ela dá a dica: "Tenho uma fantasia sexual que não é nada de mais...fazer amor na praia, dentro d'água, durante o dia. Acho que, no carnaval, tudo é permitido, desde que as duas pessoas estejam de acordo", finaliza.


Vai "bater"?! Um ''fiel'' sentimento no meu coração É nossa vez! Nesse jogo o coringa é o meu gavião

Um vídeo publicado por Vanessa Mesquita (@vanmesquita) em


  Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos