Modelo contou a luta contra o relógio para chegar a tempo no sambódromo. Chuva castigou a capital carioca

Renata Santos, musa da Mangueira
Paulo Ricardo Diniz/iG
Renata Santos, musa da Mangueira

Segunda escola a entrar na Sapucaí neste domingo (15), a Musa da Mangueira Renata Santos precisou de muito planejamento para conseguir chegar a tempo no sambódromo. Devido a chuva que atrasou desfilo, a modelo precisou sair até mais cedo de casa para não se atrasar.

"Sempre sente o frio na barriga. Com essa chuva foi ainda mais complicado, tive de sair mais cedo de casa porque o trânsito está caótico. O Rio de Janeiro para com qualquer chuva. Cheguei a tempo, tranquila e agora é ir para o povo", disse ela.

A Estação Primeira de Mangueira homenageia as mulheres brasileiras: as famosas e as anônimas do Morro da Mangueira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.