Escola da Zona Leste da capital falou sobre Moçambique, país que também foi colonizado por portugueses, como o Brasil

A Nenê de Vila Matilde encerrou sua apresentação no Sambódromo do Anhembi já com o sol começando a brilhar no céu paulistano. A última escola do primeiro dia de carnaval contou a história de um país africano que, assim como o Brasil, foi colonizado por portugueses: "Moçambique - A Lendária terra do Baobá sagrado!".

Leia também:
Mancha Verde abre o carnaval de São Paulo com alfinetada a Paulo Nobre
Acadêmicos do Tucuruvi anima o Anhembi com marchinhas e muito Rio de Janeiro
"Adrenalina" da Tom Maior mexe com a imaginação do público em São Paulo
Acredita em duendes? Dragões da Real mostra na avenida que tudo é possível
Dessa vez sem chuva, Rosas de Ouro leva o encanto dos contos de fadas à avenida
Arigatô! Pelo título inédito, Águia de Ouro aposta no Japão e faz belo desfile

Mas o que é Baobá? É uma árvore bastante conhecida e reverenciada no continente africano. A planta, que chegou ao Brasil com os escravos na época da colonização, foi lembrada na avenida. 

Na busca pelo 12ª título do grupo especial, a Nenê fez um desfile descontraído e apostando nas esculturas das suas alegorias, quase todas articuladas. Assim como a águia que simboliza a escola, iniciando a apresentação no carro abre-alas. Na passarela, os destaques foram as beldades Livia Andrade, madrinha de bateria, e a ex-BBB Clara.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.