Escolas de samba mostraram muita criatividade e organização na avenida, mas alguns contratempos foram registrados

As sete escolas de samba que fizeram o primeiro dia de desfiles no carnaval de São Paulo deram show de alegria e organização. Nenhuma delas sofreu com estresse de tempo estourado - o limite é 65 minutos - e brilharam na avenida, com enredos criativos e que mexeram com a imaginação do público: adrenalina, baratas, contos de fadas, duendes e até um carro alegórico do filme "O Exorcista", da Tom Maior.

Mas, como de costume, alguns imprevistos aconteceram no Sambódromo do Anhembi. Teve barraco de ex-BBB com a modelo Ana Paula Minerato  no camarote, e outra ex-participante do reality show da TV Globo se atrapalhando com o roupão  e precisando de ajuda do Samu por conta de dores . E o que falar da  gafe de uma jornalista, ao vivo?

Por falar em briga, duas passistas da Águia de Ouro chegaram a discutir no meio da apresentação da escola , com uma delas dizendo que recebeu ameaça de morte. Ainda na agremiação da Pompeia, o carro de apoio do ex-jogador Zico, um dos homenageados, atropelou um integrante da equipe . Mas ele passa bem.

Confira abaixo como foram os desfiles deste primeiro dia:

Mancha Verde abre o carnaval de São Paulo com alfinetada a Paulo Nobre
Acadêmicos do Tucuruvi anima o Anhembi com marchinhas e muito Rio de Janeiro
"Adrenalina" da Tom Maior mexe com a imaginação do público em São Paulo
Acredita em duendes? Dragões da Real mostra na avenida que tudo é possível
Dessa vez sem chuva, Rosas de Ouro leva o encanto dos contos de fadas à avenida
Arigatô! Pelo título inédito, Águia de Ouro aposta no Japão e faz belo desfile
Ritmo africano da Nenê de Vila Matilde fecha o primeiro dia de desfiles em SP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.