Rainha de bateria da escola, a atriz Ellen Rocche se mostrou com alguns quilos a mais, mas mesmo assim brilhou na avenida

Depois de enfrentar muitos problemas em 2014 por ter que desfilar debaixo de uma forte chuva no Anhembi, a Rosas de Ouro fez sua apresentação em 2015 com tempo seco. A água apareceu apenas no nome do enredo, "Depois da Tempestade, o Encanto!", inspirado justamente nas dificuldades do ano passado.

Veja também:
Mancha Verde abre o carnaval de São Paulo com alfinetada a Paulo Nobre
Acadêmicos do Tucuruvi anima o Anhembi com marchinhas e muito Rio de Janeiro
"Adrenalina" da Tom Maior mexe com a imaginação do público em São Paulo
Acredita em duendes? Dragões da Real mostra na avenida que tudo é possível

E o "encanto" foi mostrado no mundo dos contos de fada, capazes de durar a vida inteira. As mensagens foram usadas como forma motivacional e proporcionaram um espetáculo bastante colorido na avenida.

A comissão de frente foi uma surpresa até para os integrantes da escola. De acordo com alguns participantes do desfile, o segredo foi mantido a sete chaves até o momento de entrar na avenida. Os ensaios da comissão eram feitos três vezes por semana com as portas da quadra fechadas. Já os ensaios técnicos na avenida não contaram com o show à parte, deixando a própria escola curiosa pelo o que viria pela frente.

A rainha de bateria da Rosas de Ouro foi a atriz Ellen Rocche, que se mostrou com alguns quilos a mais. E ela mesma admitiu antes mesmo do carnaval: "Agora não quero emagrecer, nem ficar definida, rasgada, magrinha. Quero valorizar minhas curvas". Mesmo um pouco fora do peso, a loira mostrou que o samba no pé está afiado e arrancou suspiros das arquibancadas do sambódromo.

Por falar em bateria, o recuo foi um show à parte, com uma coreografia muito bem ensaiada feita pelos integrantes. A Rosas de Ouro foi a quinta agremiação a se apresentar no primeiro dia de desfiles.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.