Escola usou filmes de terror, esportes e até o medo de baratas para ilustrar o seu enredo no Sambódromo do Anhembi

Um problema no desfile de 2014 inspirou o enredo da Tom Maior para o carnaval de 2015. No ano passado, o carro abre-alas da escola sofreu uma pane faltando 15 minutos para o início da apresentação e causou muito nervosismo entre os integrantes. Por isso, o tema deste ano ficou definido como "Adrenalina".

E mais:  Mancha Verde abre o carnaval de São Paulo com alfinetada a Paulo Nobre
E mais:  Acadêmicos do Tucuruvi anima o Anhembi com marchinhas e muito Rio de Janeiro

Terceira escola a entrar no Sambódromo do Anhembi, depois de Mancha Verde e Acadêmicos do Tucuruvi, a Tom Maior mexeu com a imaginação e sentimentos do público usando acrobatas, atores e fazendo referências à situações engraçadas do cotidiano, como as baratas na ala medos e fobias.

Por falar em medo, a escola usou bastante os filmes de terror em seu desfile. Uma das alegorias teve como grande destaque um boneco gigante de "O Exorcista", que girava o pescoço em 360 graus. Nas alas, o inconfundível Freddy Krueger e o personagem de "Jogos Mortais" completaram o lado assustador na avenida.

A adrenalina também foi representada nos esportes, como voo de asa delta, corrida de quadriciclos, de carros, skate e até lutas. Assim como no próprio carnaval, na apuração, quando as diretorias das escolas de samba ficam tensas no momento da divulgação das notas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.