Fantasias que não chegaram e carros que quebraram, ou estragaram a evolução do desfile, são alguns dos deslizes cometidos pelas escolas de samba do Rio e de São Paulo


Entra ano e sai ano e os erros e problemas permanecem no carnaval de São Paulo e Rio de Janeiro. A sorte de 2014 é que não ocorreram acidentes graves, nem pessoas ficaram feridas como em outros anos. Porém, quando o assunto é fantasia, 2014 vai ficar para a história como o ano dos erros e atrasos.

Sabrina Sato , musa da Gaviões da Fiel e rainha de bateria da Vila Isabel foi uma das prejudicadas. Sua fantasia em São Paulo demorou para chegar e a apresentadora atrasou para entrar na avenida. E no Rio, o traje, que a princípio ficou largo, foi ajustado demais e deixou o tapa-sexo dela à mostra. 

Tapa-sexo à mostra, salto quebrado, falta de fantasia e problemas em carros alegóricos marcam carnaval de 2014
Divulgação/Reprodução/AgNews
Tapa-sexo à mostra, salto quebrado, falta de fantasia e problemas em carros alegóricos marcam carnaval de 2014

Outro marco da folia deste ano foram os problemas técnicos e de má estruturação dos carros alegóricos. A Grande Rio, por exemplo, não se atentou ao fato do carro abre-alas espalhar água para todos os lados, o que deixou a avenida encharcada, dificultando o desfile de quem vinha atrás. 

Veja na galeria de fotos, estes e outros problemas dos desfiles das escolas de samba dos Grupos Especiais de São Paulo e Rio de Janeiro e vote: É descuito ou falta de sorte das agremiações?


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.