De qualquer ponto do Aterro do Flamengo era possível ouvir o som tocado no palco; "Penny Lane" e "Eight Days a Week" foram novidade no repertório

Cerca de 125 mil foliões foram às ruas para cantar músicas do Beatles em ritmo de marchinha
Nina Ramos/iG
Cerca de 125 mil foliões foram às ruas para cantar músicas do Beatles em ritmo de marchinha

"Viva Mc Sapão! Viva Paul! Viva o carnaval", disse Felipe Fernandes, vocalista e guitarrista do bloco Sargento Pimenta após cantar "Tô Tranquilão". Mas espera aí, não eram músicas dos Beatles em ritmo de samba? O que Mc Sapão está fazendo no repertório? O próprio músico já respondeu. É carnaval, meu amigo, e tudo vale a pena. Foi assim que 125 mil pessoas, segundo dados da RioTur, entoaram canções do quarteto de Liverpool (entre outras) nesta segunda-feira (3) no Aterro do Flamengo, no Rio.

Com arranjos e empolgação tupiniquim, o bloco caprichou bonito na batucada e no equipamento de som. Cerca de 104 caixas foram usadas para dar o efeito 360º no áudio. O resultado foi super positivo. De qualquer lugar do Aterro era possível ouvir, identificar e cantar a música que estava sendo apresentada no palco.

Por falar nele, a galera em cima do trio e no cordão de isolamento da bateria era pura animação. Dos quatro anos de existência do bloco, Daniel Gnattali é pela terceira vez o John Lennon do desfile. Todo de branco, barbudo, de óculo redondinho e uma Yoko Ono a tiracolo, o rapaz fez sucesso com os foliões. A Yoko em questão era Lian Tai, de 30 anos, amiga de Daniel. "A gente já é bem próximo. Daí, para casar, foi um pulo", brincou.

Entre as músicas apresentadas esse ano, "Penny Lane" e "Eight Days a Week" foram inéditas. "Hey Jude" em ritmo de ciranda, "Can't Buy Me Love" como baião, "Come Together" como maracatu, "Love Me Do" como xote, e muitas outras adaptações levantaram o público. Vale destaque, e com louvor, para os mais de 100 membros da bateria do Sargento Pimenta, que participam de oficinas e ensaiam semanalmente, durante todo o ano, para o desfile de carnaval no Rio.

ACOMPANHE A COBERTURA DO CARNAVAL 2014

No cordão de isolamento, a histeria não é a mesma, claro, mas as fãs do Sargento não arredam pé e cantam todas as músicas de cor. "Eu venho todo ano. Vale misturar funk, rock, Beatles, tudo... Carnaval pode tudo. E esse é o melhor bloco porque Beatles é minha banda favorita", disse Thaís Mattos, de 24 anos. Que John, Paul, George e Ringo concordem com a jovem, porque, ao que tudo indica, o Sargento ainda tem vida longa e próspera para os futuros carnavais.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.