Confira o que rolou na última noite do carnaval das escolas de samba do grupo especial de São Paulo


Ronaldo e a emoção em família no sambódromo do Anhembi
PhotoRio News
Ronaldo e a emoção em família no sambódromo do Anhembi

A segunda noite do carnaval de São Paulo no Anhembi foi marcada por choro e emoção de Ronaldo Nazário , calote, corpos esculturais em microfantasias e fé, na madrugada deste domingo (2).

A Pérola Negra , agremiação do bairro da Vila Madalena, abriu a festa e entrou no sambódromo às 22h40 desse sábado (1) exaltando a felicidade no desfile que marcou o retorno da escola, fundada há 40 anos, ao grupo especial.

Com o enredo "O Voo Real do Fenômeno", a Gaviões da Fiel foi a segunda a entrar na avenida relembrando a história de vida do ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário. Muito emocionado com a homenagem ao lado da namorada, Paula Morais , e da família, o Fenômeno chorou ao fim do desfile. 

Madrinha de bateria da escola Gaviões da Fiel, a apresentadora Sabrina Sato chegou ao sambódromo com a escola já entrando na avenida, causando muito tumulto. 

Fabi Frota , a mulher do apresentador Alexandre Frota , desfilou na madrugada deste domingo (2) pela escola Gaviões da Fiel, segunda a entrar na avenida. Como madrinha da ala das Diabas, a morena tinha a difícil missão de dividir os holofotes com Sabrina Sato e Thaila Ayala . Mas, com sua fantasia composta por adereços mínimos nos seios e tapa-sexo, a musa conseguiu chamar atenção.

Em busca do tricampeonato, a Mocidade Alegre entrou na avenida para falar sobre fé. Alguns componentes fizeram uma coreografia e "rezaram" de joelhos em pleno Anhembi.

Cris Mello seria destaque de chão de sua escola, Nenê da Vila Martilde, porém foi enganada por estilista e não pode desfilar
Thais Aline / Ag. Fio Condutor
Cris Mello seria destaque de chão de sua escola, Nenê da Vila Martilde, porém foi enganada por estilista e não pode desfilar

A quarta escola a entrar na avenida na madrugada de domingo (2), às 2h10, foi a Nenê de Vila Matilde , que mostrou o enredo "Paixões proibidas e outros amores". No meio da alegria e da expectativa na concentração, uma foliã entristecida borrava sua maquiagem com lágrimas de indignação. Era Cris Mello , que faz o papel da sedutora no Teste de Fidelidade do programa de João Kleber . Mas na noite do carnaval não houve sedução capaz de convencer Rinaldo Andrade, presidente da escola, a deixá-la desfilar. Ela deveria ser destaque de chão e desfilar com uma fantasia verde e rosa, pagou os R$ 3 mil ao estilista, mas levou um calote do profissional, que sumiu com seu dinheiro e com a fantasia, e gastou mais perto de R$ 15 mil com aulas de samba, viagens a São Paulo, hospedagem e maquiador. 

ACOMPANHE A COBERTURA ESPECIAL DO CARNAVAL 2014

A Águia de Ouro fez uma homenagem ao povo baiano e contou a história de Dorival Caymmi . Com um contratempo no segundo carro alegórico, a escola teve que fazer o conserto na avenida, mas o desfile seguiu normalmente, levando à avenida deusas da felicidade que representam o esplendor, a alegria e o desabrochar na mitologia grega. 

Já perto de amanhecer, a Império de Casa Verde trouxe uma temática politicamente correta para a avenida. Penúltima escola a entrar no sambódromo na madrugada deste domingo (2), às 4h25, mostrou o samba-enredo "Sustentabilidade, construindo um mundo novo". Quem animou a bateria foi a assistente de palco Valeska Reis , que impulsionou a escola pela avenida. A jornalista Rosana Jatobá também foi destaque na escola.

Para fechar o carnaval paulistano, a escola Acadêmicos do Tatuapé interpretou o enredo "Poder, fé e devoção: São Jorge Guerreiro", que falou sobre a crença no santo e mostrou o sincretismo religioso entre o catolicismo e a umbanda. O desfile foi aberto por Leci Brandão , que entrou na frente da escola portando uma espada.

LEMBRE COMO FORAM OS DESFILES DA PRIMEIRA NOITE EM SP:

UNIVERSO INFANTIL, TRIBUTO A ARTISTAS E CHUVA MARCAM PRIMEIRA NOITE DO CARNAVAL DE SÃO PAULO







    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.