Problemas técnicos comprometeram o desfile da campeã de 2012, Unidos da Tijuca; Salgueiro contornou dificuldades e brilhou, Portela tinha o melhor samba

No primeiro dia de desfile no carnaval do Rio, uma favorita confirmou; outra,
fracassou. Sabendo usar a seu favor um enredo complicado – que, patrocinado, falava
de famosos e celebridades – o Salgueiro fez o melhor da noite. A atual campeã, Unidos
da Tijuca, apresentou problemas no carro abre-alas – quebrou, parou e quase pegou
fogo – comprometendo a luta pelo título. 

Correndo por fora, a Ilha do Governador, ao homenagear o poeta Vinicius de
Moraes, surpreendeu, voltando a seus bons tempos de alegria e fácil comunicação. A
tradicional Portela, amparada no melhor samba-enredo da safra, manteve aceso o sonho
de conquistar o campeonato que, sozinha na primeira colocação, não consegue há 42
anos.

Mocidade Independente, que veio de samba-rock, decepcionou. A estreante
Inocentes de Belford Roxo teve apenas o gostinho de desfilar na elite: é a mais forte
candidata a cair.

Agora é esperar o desfile da noite de segunda-feira (11), quando se apresentam mais duas favoritas, Vila Isabel e Beija-Flor. Tradicionalmente, o campeão pinta na segunda noite. A
conferir.

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOITE, DESFILE A DESFILE:

Enredo confuso e pouca inspiração visual prejudicam Belford Roxo

Salgueiro faz desfile rico, colorido e inventivo

A bruxa estava solta e Unidos da Tijuca faz um desfile frustrante

União da Ilha ganha pontos já na escolha do tema, Vinicius de Moraes

Mocidade tentou ser irreverente, mas acabou comum e óbvia

Portela revisita tempos de glória e está no páreo pelo título

Vote: Troféu Tamborim de Ouro 2013

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.