Escola acerta as contas do carnaval com o poetinha, lembrando a obra do carioquíssimo autor de ´Garota de Ipanema´

Por incrível que apareça, nenhuma escola do Grupo Especial, até as primeiras horas desta segunda-feira, havia tido a feliz ideia de contar a história do carioquíssimo Vinicius de Moraes no Sambódromo. A União da Ilha o fez, puxando brasa para sua sardinha: é que Vinicius – cujo centenário de nascimento transcorre este ano – morou na Ilha do Governador, e lá, adolescente encantado com aquele recanto ainda bucólico, se apaixonou pela primeira vez e escreveu os primeiros poemas.

De cara, a Ilha encantou. O carro abre-alas representou uma barca, a Cantareira, que servia de transporte aos moradores nas então cristalinas águas da Baía de Guanabara. Repleta de figurantes e luzes, a alegoria espetacular, de 50 metros de comprimento, deslizou suave no asfalto da Avenida Marquês de Sapucaí – exato o contrário do que aconteceu com o abre-alas da escola anterior, Unidos da Tijuca, que literalmente encalhou.

A concepção do carnavalesco Alex de Souza tentou recuperar os históricos desfiles da Ilha no fim dos anos 1970 e início dos 1980. Ou seja, uma apresentação leve, barata e animada, que se transformou em marca da agremiação. Conseguiu.

A escola deu um passeio em forma de cortejo, lembrando as mais importantes obras de Vinicius – destaque para a “Alegoria Viva” que representou a peça “Orfeu Negro” – assim como momentos notáveis de sua trajetória, entre eles a ligação com os cultos de origem africana. A lembrança aos grandes parceiros na música popular – Tom Jobim , Carlinhos Lyra , Baden Powell , Toquinho – não poderia faltar. Nem mulheres lindas. Afinal, “beleza é fundamental”, decretou o Poetinha.

Saiba tudo sobre o Carnaval do rio de Janeiro

Na contramão da tendência dominante dos desfiles abertamente patrocinados, a Ilha foi buscar forças não para ganhar o campeonato, mas para voltar no Desfile das Campeãs, sábado que vem.

Vote: Troféu Tamborim de Ouro 2013

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.